Senado demite Maria do Carmo Macieira, sobrinha de Sarney

Parente do presidente do Senado foi contratada por meio de ato secreto

Carol Pires, AE

21 de agosto de 2009 | 19h26

Em nota divulgada nesta sexta-feira, 21, a Secretaria de Imprensa do Senado informa que o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), pediu a exoneração de Maria do Carmo Castro Macieira, sua sobrinha. Na nota, a secretaria informa que Maria do Carmo é casada com um primo da governadora do Maranhão, Roseana Sarney, e a exoneração foi determinada "por zelo".

 

"Apesar dessa relação não configurar parentesco, de acordo com o Código Civil, há dúvidas em relação à súmula sobre nepotismo baixada pelo Supremo Tribunal Federal em 2008, haja vista que há uma reclamação da Procuradoria-Geral da República junto ao STF, que trata desse assunto. Por zelo, o presidente pediu ao senador Mauro Fecury (PMDB-MA) que a exonerasse", diz a nota.

 

Em decisão tomada na quinta-feira, 20, a diretoria geral do Senado validou 45 atos secretos referentes a nomeações. Dentre eles, os que deram emprego a Maria do Carmo e a Nathalie Rondeau, filha do ex-ministro de Minas e Energia Silas Rondeau.

Tudo o que sabemos sobre:
SenadoMaria do Carmo MacieiraSarney

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.