Senado cria CPI para investigar repasses ao MST

A senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) leu hoje, em sessão plenária do Congresso Nacional, o requerimento de criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investigará o repasse de recursos públicos ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). Para garantir a abertura da CPMI são necessárias 27 assinaturas do Senado e 171 da Câmara. Os parlamentares recolheram 34 e 192 assinaturas, respectivamente. A secretaria da Mesa Diretora do Senado encaminhará o comunicado de criação da CPMI aos líderes partidários, que deverão indicar os membros para compor a comissão dentro do prazo regimental de cinco dias úteis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.