Senado completa 185 anos e Sarney reclama de ataques

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), fez hoje um pronunciamento celebrando os 185 anos da Casa e destacou que o Senado sofre uma "campanha contrária" e que o objetivo das críticas é "fragilizar as instituições".

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

05 de maio de 2011 | 17h34

Em um discurso de 20 minutos, Sarney relatou a história do Senado brasileiro e o papel da instituição em outros países. Ele citou o Senado como um ponto de equilíbrio na Federação e fez a reflexão de que há uma "campanha" contra a Casa.

"Identifico muito essa campanha contra o Senado ao fato de ele ser uma Casa forte, a quem o Brasil deve muito com relação à sua construção. Em um momento em que se procura fragilizar instituições, ataca-se muito o Senado, porque aqui continuamos a ser uma fonte permanente de ajuda ao Brasil", disse Sarney.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.