Senado aprova Gregori para embaixada

O Senado deve votar, nesta quarta-feira, a designação do ministro da Justiça, José Gregori, para a vaga de embaixador do Brasil em Portugal, coincidindo com sua substituição no ministério por Aloysio Nunes Ferreira.A Comissão de Relações Exteriores aprovou seu nome, nesta terça-feira, por unanimidade. Em vez de ser sabatinado, como ocorre com os candidatos a cargos diplomáticos, os senadores aproveitaram a presença do ministro para elogiá-lo.O relator da mensagem presidencial indicando-o para o cargo, Roberto Saturnino (PSB-RJ), afirma que ele ?reúne os atributos necessários para o perfeito desempenho do cargo de embaixador?.José Gregori relacionou na comissão os objetivos que pretende atingir durante a sua permanência na embaixada. Entre as suas metas estão a de aumentar o volume das exportações brasileiras para Portugal, intensificar e diversificar as relações culturais e promover a ida de parlamentares brasileiros a Portugal, ?de modo a estabelecer diálogo parlamentar bilateral regular e profícuo?.Segundo Gregori, o Brasil tornou-se nos últimos anos o destino ?prioritário e preferencial? de grandes empresas portuguesas, o que significou uma mudança profunda com relação à década anterior.Os investimentos portugueses no Brasil, que até 1995 eram da ordem de US$ 100 milhões, alcançaram a cifra de US$ 1 bilhão em 1997 e hoje estariam próximos de US$ 8 bilhões, de acordo com o ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.