Senado aprova Gisela Gondin Ramos para o CNJ

O Senado aprovou nesta quarta-feira, por 49 votos a cinco, a indicação da advogada Gisela Gondin Ramos para o cargo de ministra do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ela foi sabatinada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) em 15 de maio, mas somente nesta quarta seu nome foi confirmado para o cargo. Gisela é integrante do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) por Santa Catarina.

DÉBORA ÁLVARES, Agência Estado

05 Junho 2013 | 20h01

Mais conteúdo sobre:
Senado CNJ Gisela Godin

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.