Senado aprova criação de 1,7 mil cargos em tribunais

Projeto foi aprovado de madrugada, já passou pela Câmara e segue para sanção de Lula

da Redação,

28 de agosto de 2008 | 13h03

O Senado aprovou na madrugada desta quinta-feira, 28, a criação de 1.692 cargos em vários tribunais, segundo informações da Agência Senado. O projeto já passou na Câmara e segue agora para a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  Veja também:Presidente do Senado diz que irá barrar MPs durante 45 diasSenado aprova aumento salarial para 1,4 milhão de servidoresMendes defende reajuste para ministros do STF  O projeto cria 116 cargos efetivos e 204 funções comissionadas no Superior Tribunal de Justiça (STJ); 136 cargos efetivos e onze funções comissionadas no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 17ª Região, no Espírito Santo. Cria ainda no mesmo tribunal sete cargos efetivos e quatro cargos comissionados. No Tribunal de Contas da União, o projeto permite ainda a criação de 179 cargos comissionados; no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 6ª Região, em Pernambuco, são 1.023 cargos, e TRT da 11ª região, no Amazonas, 12 cargos efetivos.  O Senado aprovou ainda, na noite da última quarta-feira, o reajuste salarial e a recomposição de carreiras, que vão beneficiar 1,4 milhão de servidores públicos federais. Destes, 800 mil são civis e 600 mil, militares. A proposta - aprovada em projeto de lei de conversão que efetiva medida provisória do governo - aumenta o valor básico dos salários e unifica as gratificações existentes em uma única, a ser concedida por desempenho, de acordo com as metas estabelecidas pelos órgãos públicos. Projeto segue agora para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Tudo o que sabemos sobre:
Senadocriação de cargostribunais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.