Senado anuncia que reduzirá para 20 número de diretores

Heráclito diz que hoje são 38 diretorias e rebate informação de que havia 181 servidores com status de diretor

da Redação,

24 de março de 2009 | 19h15

O Senado informou nesta quarta-feira, 24, que as 38 diretorias deverão ser reduzidas para 20, segundo informações da Agência Senado. A medida, segundo o senador Heráclito Fortes (DEM-PI), resultará em uma economia de mais de R$ 1 milhão por mês. Heráclito rebateu a informação, divulgada pelo próprio Senado, de que havia 181 servidores com status de diretor na Casa. Na semana passada, 50 diretorias foram extintas.

 

Veja também:

especialEntenda o escândalos dos cargos e benesses do Senado

link Senador tucano quer reduzir cargos comissionados

 

O diretor-geral Alexandre Gazineo informou, segundo a Agência Senado, que a Casa possui cerca de 3 mil funcionários terceirizados e 3.400 servidores ativos, sendo que, desses 2.000 são comissionados. Gazineo disse ainda que o filho do ex-diretor de Recursos Humanos, João Carlos Zoghbi, já devolveu o apartamento funcional que ocupava irregularmente. Gazineo disse ainda que, em média, o salário de um servidor concursado de nível superior do Senado é de R$ 11.800 e que o teto salarial do funcionalismo público, R$ 24.500, é respeitado.

Tudo o que sabemos sobre:
Senadocargos comissionadosdiretores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.