Senado: ACM marca eleição para às 15h da 4ªf

O presidente do Senado, Antonio Carlos Magalhães, disse hoje que a eleição para a nova mesa diretora da casa está marcada para as 15h da próxima quarta-feira. Ele recusou-se a comentar o pedido de alguns parlamentares, inclusive do PFL, para que a eleição da Câmara fosse adiada em função das denúncias de pagamento a parlamentares para que esses fossem para o PMDB. "É um problema da Câmara", disse. O senador disse que apóia a criação de uma CPI para investigar as denúncias publicadas neste fim de semana pela imprensa com base em fitas e ligações telefônicas de parlamentares supostamente envolvidos. "Apóio porque tenho certeza que não aconteceu só na Bahia; a Bahia já tem as provas, mas aconteceu também em outros lugares do País", afirmou. O senador disse ainda que "a moralização deve ser uma prerrogativa do Congresso, que deve impedir a desmoralização da política brasileira". Por essa razão, o senador se disse favorável à instalação de qualquer CPI que o PMDB ou algum parlamentar oposicionista queira fazer. O senador previu ainda a existência de outras fitas com gravações telefônicas e disse imaginar que elas surgirão ao longo do tempo. Mas disse não acreditar que seja antes dsa eleições da Câmara e do Senado. "Eu não desejo que seja antes, para não parecer...", comentou o senador, sem concluir seu raciocínio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.