Senado abriga neta de Kubitschek

Aos 25 anos, a neta mais nova do ex-presidente Juscelino Kubitschek, Alejandra Kubitschek Bujones, recebe R$ 4.980 do Senado como assistente parlamentar e está lotada na terceira-secretaria da Casa, encarregada de auxiliar o trabalho da Mesa Diretora nas votações. Mas servidores do Senado não sabem em que ela ajuda a Mesa. Já no governo do Distrito Federal, informam que ela é assessora da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo.A estranheza só acaba quando se levanta o apadrinhamento de Alejandra: foi empregada em novembro de 2006, quando o então senador e cunhado Paulo Octavio (DEM-DF) era terceiro-secretário e estava deixando o cargo para disputar o governo do DF, como vice de José Roberto Arruda (DEM). Além de vice eleito, ele é o secretário de Desenvolvimento.O empresário é casado com a neta mais velha de JK, Anna Christina Kubitschek. Alejandra é filha da ex-vice-governadora de Brasília Márcia Kubitschek, filha de JK, e do bailarino americano, de origem cubana, Fernando Bujones. Ela morou nos Estados Unidos e retornou a Brasília após concluir curso superior em Boston. A neta de JK disse que não é contratada pela Secretaria de Desenvolvimento do DF: "Mas, eventualmente, quando é preciso, por falar três línguas, ajudo como tradutora." Sobre o fato de estar lotada na terceira-secretaria, disse: "Eu me reporto diretamente ao chefe de gabinete, Mário Lúcio." E acrescentou: "Faço trabalho de levantamento e pesquisa, que é onde eu tenho mais experiência. Qualquer subsídio que ele (Mário Lúcio) precise, eu vou e apresento. Era o que eu fazia nos EUA."O atual terceiro-secretário, senador César Borges (PR-BA), disse que não tem nada a ver com a contratação da neta de JK: "Foi meu antecessor quem a nomeou, eu deixei como estava." Paulo Octavio diz que sua cunhada trabalha. "É menina jovem e brilhante, formada em ciências políticas e relações internacionais. É uma das pessoas mais preparadas que conheço em Brasília."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.