Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Sem-teto, Volks e PM não entram em acordo em São Bernardo

Não houve acordo na reunião entre representantes dos sem-teto que ocupam a área da Volkswagen, em São Bernardo do Campo, da empresa e da Polícia Militar, além de parlamentares. Segundo o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Guilherme Poulos, o coronel Paes de Lira encerrou o encontro, advertindo que a ordem de reintegração de posse seria cumprida a qualquer momento. Deputados federais e estaduais do PT e a direção do MTST acusaram a Volks de intransigência na negociação. "Não houve interesse da empresa em negociar uma retirada pacífica das famílias. Eles só querem o terreno limpo", reclamou o deputado estadual Renato Simões (PT). O representante da empresa, Eduardo Barros, disse que a Volks espera o cumprimento da lei. Parlamentares e representantes do MTST tentarão agora pressionar a empresa para forçar a reabertura de negociações, inclusive com a participação do governo federal. Uma comissão de deputados e representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foi ao Palácio dos Bandeirantes para tentar convencer o governador Geraldo Alckmin a interferir no caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.