Sem-teto queimam pneus em avenida do Recife

Famílias de sem-teto ligadas à Comissão de Organização e Luta (COL) interditaram a avenida Martin Luther King, em frente à prefeitura do Recife, no final da tarde, queimando pneus e lixo, para cobrar a execução de um projeto de casas populares nas favelas onde moram. Houve início de tumulto entre os manifestantes e a guarda municipal quando os sem-teto tentaram invadir o prédio da prefeitura.Uma comissão de representantes do COL, que não tem ligação com o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) foi recebida pela prefeitura. Até às 19h30, o encontro ainda não havia sido encerrado.Já as 80 famílias do MTST que haviam invadido um terreno do Porto do Recife, vizinho à prefeitura, foram retirados do local pela Polícia Militar na madrugada. A polícia decidiu fazer o despejo, mesmo sem ordem judicial, porque, segundo a assessoria da PM, a área é perigosa e abriga um tanque de combustível. Um dos sem-teto foi detido durante a retirada, mas liberado logo depois de prestar depoimento. O MTST havia realizado duas invasões na terça-feira e pretende fazer outras 20 até o final de agosto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.