Sem-teto ocupa terreno federal em Salvador

Cerca de 150 famílias integrantes do Movimento dos Sem-Teto de Salvador (MSTS) passaram a manhã deste sábado, 26, capinando o terreno de 40 mil metros quadrados ocupado na véspera, ao lado da estação ferroviária de Periperi, no subúrbio de Salvador.A área federal é uma das 16 já ocupadas pelo movimento, que cadastrou 36 mil famílias sem moradia de Salvador e Região Metropolitana. A ocupação foi tranqüila e os seguranças que trabalham na ferrovia limitaram-se a observar a movimentação.Outros sem-teto integrantes do MSTS vieram dar apoio aos novos ocupantes. Eles estão morando provisoriamente onde funcionava o Clube Português, no bairro da Pituba, ponto de encontro da classe média de Salvador, e que teve seu prédio ocupado por famílias de sem-teto.O MSTS conta com o apoio da Arquidiocese de Salvador, pois na visão da Igreja, o direito à moradia é garantido por Constituição, mas não vem sendo respeitado pelo Estado. Novas ocupações estão programadas, mas os líderes do movimento mantêm sob sigilo, para não alertar os proprietários dos terrenos e as autoridades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.