Sem-terra serão assentados na Itamaraty

Técnicos dos governos estadual e federal e líderes dos movimentos se-terra decidiram nesta sexta-feira que 1.300 famílias de sem-terra serão assentadas na Fazenda Itamaraty, que pertenceu ao empresário Olacir de Moraes. Durante a reunião foram formadas três comissões de profissionais especializados para fazer levantamentos sobre meio ambiente, vocação e potencial produtivo da área, que possui 25.100 hectares em Ponta Porã, sul de Mato Grosso do Sul, na divisa com o Paraguai.O coordenador do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), Egydio Brunetto, diz que a formação da comissão é necessária para coordenar o assentamento. "A Itamaraty foi um modelo de produção agrícola que não deu certo, é muito caro. Portanto precisamos de respaldo técnico, administrativo e financeiro, para evitar mais um fracasso", disse.A fazenda é totalmente mecanizada com um dos mais modernos sistema de irrigação artificial, que necessitam de manutenção permanente e pessoal treinado para operá-los. Possui pista de pouso e decolagem asfaltada, preparada para aviões a jato, moderna e luxuosa sede, além de agrovila com 200 residências em área totalmente urbanizada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.