Sem-terra saqueiam três carretas com alimentos em MT

Cerca de 200 sem-terra ligados ao MST saquearam, ontem à noite, três carretas com 20 toneladas de carne, cerca de 25 toneladas de arroz e 2.160 caixas de leite, em Mirassol D?Oeste, a 300 quilômetros de Cuiabá, oeste de Mato Grosso. Os saques ocorreram durante um protesto que resultou no fechamento temporário da BR-174, que liga a cidade ao Estado de Rondônia. Hoje, a Polícia Rodoviária Federal prendeu oito sem-terra suspeitos de participar da ação. Os sem-terra ocupam, desde o dia 25 de abril deste ano, a Fazenda São Paulo, de 4,5 mil hectares, de propriedade do pecuarista Paulo Mendonça. O MST alega que a propriedade é improdutiva. O pecuarista e o Incra contestam a informação. Invasão No sul de MT, cerca de 300 integrantes do MST invadiram a prefeitura de Pedra Preta. A invasão ocorreu na segunda-feira, e eles permanecem no local. Os sem-terra reivindicam melhorias nas estradas que dão acesso aos acampamentos Padre Ezequiel Ramin e Madre Cristina, localizados naquele município, além de sementes para o plantio da próxima safra e a construção de uma escola. O prefeito Nelson Dias de Moraes (PSDB) obteve na Justiça liminar de reintegração do prédio da prefeitura, mas o MST promete resistir à desocupação.

Agencia Estado,

30 Julho 2002 | 17h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.