Sem-terra são presos por invadir fazenda já desocupada

Dezesseis sem-terra que ocupavam uma fazenda em São João do Araguaia (PA) foram presos por determinação da Justiça do Pará. A propriedade já havia sido desocupada nos dias 18 e 19 de agosto, após cumprimento de mandado de reintegração de posse. Mas os sem-terra voltaram a ocupar o local uma semana depois, sob a alegação de que as terras seriam públicas, argumento que já foi rechaçado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

30 de agosto de 2011 | 12h00

Diante do descumprimento da decisão judicial, a juíza da Vara Agrária de Marabá, Claudia Regina Moreira Favacho Moura, decretou a prisão dos invasores. A ordem foi cumprida por oficiais de justiça com apoio de policiais civis da Delegacia de Conflitos Agrários e militares do Comando de Missões Especiais (CME).

Durante a ação, também foram apreendidas três motocicletas, uma espingarda cartucheira, além de terçados e foices. Os sem-terra foram levados para Marabá e autuados pelo crime de desobediência. Os trabalhadores rurais devem responder pelo crime em liberdade.

Tudo o que sabemos sobre:
sem-terrainvasãoPAprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.