Sem-terra reforçam invasão de fazenda no centro do PR

O grupo de fazendeiros que está bloqueando a entrada da Fazenda Três Marias, em Manoel Ribas, na região central do Paraná, invadida no dia 12, não conseguiu impedir que mais 350 famílias de sem-terra se juntassem às outras 350 famílias que já estão no local. Os fazendeiros reclamam que a Polícia Militar deu cobertura para que os sem-terra entrassem na fazenda por uma estrada secundária. A Justiça já concedeu reintegração de posse."A situação agravou por irresponsabilidade da Polícia Militar", reclamou o presidente do Sindicato Nacional dos Produtores Rurais (Sinapro), Narciso da Rocha Clara. Ele disse que tinha avisado previamente a PM da intenção dos sem-terra de reforçar a invasão. "Além de agir fora da lei, essa atitude envergonha o Estado", disse. Clara, que na semana passada tinha ameaçado entrar com pedido de prisão do comandante da PM, coronel David Pancotti, e de intervenção federal no Paraná, afirmou que vai efetivar a ameaça.Ele também anunciou ter entrado com pedido de intervenção da Polícia Federal, na Justiça Federal, em Guarapuava. "Se não houver intervenção imediata, o confronto será inevitável", afirmou. "O Sinapro nunca quis confronto, tomando todas as medidas dentro das leis vigentes, mas eles (sem-terra) vão partir para cima e nós vamos reagir." O presidente da Comissão Especial de Mediação de Questões Agrárias do governo do Estado, Padre Roque Zimmermann, pretende ir a Manoel Ribas na próxima quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.