Sem-terra permanecem acampados na sede do Incra em SP

Cerca de 150 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), segundo informações da Polícia Militar, continuam no interior da sede paulista do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), localizada na Rua Brasílio Machado, em Santa Cecília, próximo ao centro da capital. O grupo se concentra no estacionamento e na parte da frente do prédio.A ocupação teve início por volta das 8 horas de terça-feira. Já os sem-terra que estavam na sede do Instituto de Terras de São Paulo (Itesp), na Avenida Brigadeiro Luís Antônio, na Bela Vista, também na região central, deixaram o local após serem recebidos por dirigentes do instituto. Em nota divulgada no final da noite de terça-feira, o MST informou que os sem-terra acampados no Incra vão continuar no prédio até que sejam recebidos pelo superintendente do órgão em São Paulo, Raimundo Pires Silva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.