Sem-terra liderados por Rainha apoiam Dilma para 2010

Integrantes do movimento de sem-terra do Pontal do Paranapanema e região de Araçatuba, no oeste paulista, manifestaram hoje apoio à candidatura da ministra chefe da Casa Civil Dilma Rousseff à presidência da República. Em evento no município de Mirante para discutir o projeto do biodiesel na região, bancado pelo governo federal, o líder dissidente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-terra (MST), José Rainha Júnior, leu uma carta da ministra chefe da Casa Civil Dilma Roussef de apoio ao programa. "Aproveitamos para lançá-la como a candidata dos sem-terra à presidência", afirmou.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

02 de maio de 2009 | 17h57

Durante o encontro, os sem-terra aprovaram, em plebiscito, a transferência da gestão da reforma agrária em São Paulo, hoje a cargo da Fundação Instituto de Terras (Itesp), órgão do governo estadual, para o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Dos 3.700 votantes, 95% optaram pelo órgão federal, enquanto 3% preferiram o Itesp - houve 2% de votos brancos e nulos. O resultado será encaminhado aos governos paulista e federal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.