Sem-terra liberam prefeitura de Jardim Alegre, no Paraná

Os cerca de mil sem-terra, que estavam acampados desde a manhã da última terça-feira, 27, em frente à prefeitura de Jardim Alegre, a cerca de 380 quilômetros de Curitiba, na região central do Paraná, deixaram o local nesta quinta-feira. O prefeito Mauro Oriani (PT) cedeu algumas máquinas da prefeitura para melhorar as estradas do Assentamento 8 de Abril, que era a principal reivindicação dos manifestantes. Os sem-terra reclamavam que as péssimas condições das estradas não permitiam o tráfego do ônibus escolar nem a retirada da safra por meio de caminhões."Foi uma parceria urgente", disse o prefeito. Segundo ele, o município não tem muitos recursos e ainda terá de gastar cerca de R$ 50 mil somente com combustível para o maquinário. A intenção é recuperar emergencialmente cerca de 45 quilômetros de estrada e preparar um projeto para ser entregue ao Incra pedindo recursos para fazer uma reforma mais duradoura. O prefeito enviou ainda ofício para o governo do Estado solicitando a ajuda para pintar as salas de aula do assentamento, outro pedido dos sem-terra. O assentamento tem 562 famílias e aproximadamente 600 crianças em idade escolar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.