Sem-terra invadem quatro fazendas no Pontal

Integrantes do MST da Base e do Movimento dos Agricultores Sem-Terra (Mast) invadiram quatro fazendas na manhã desta segunda-feira no Pontal do Paranapanema, oeste do Estado de São Paulo. Com o apoio de sindicatos rurais ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT), cerca de 600 militantes foram mobilizados para as ocupações. Os grupos querem a destinação de terras para assentamentos.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

03 Junho 2013 | 14h37

Quase ao mesmo tempo foram invadidas a Fazenda Floresta, em Marabá Paulista, a Fazenda Esperança, em Iepê, a Fazenda Santa Maria, em Rancharia, e a Fazenda Pauliceia, em Rinópolis. De acordo com o coordenador do MST da Base, Luciano de Lima, as áreas foram consideradas improdutivas, mas o governo demora para transformá-las em assentamentos.

No domingo, 2, cerca de 300 integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) invadiram a Fazenda Santo Henrique, da indústria de suco de laranja Cutrale, em Borebi, centro-oeste do Estado. Advogados da empresa devem entrar nesta segunda-feira com pedido de reintegração de posse. A área já havia sido invadida outras três vezes.

Mais conteúdo sobre:
sem-teraPontalinvasão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.