Sem-terra invadem propriedade em MS

Os invasores acreditam que o local é improdutivo

João Naves

22 Setembro 2007 | 14h14

Um grupo de 200 sem-terra invadiu neste sábado,  um sítio a 320 quilômetros de Campo Grande. A propriedade, que já havia sido invadida em 1992 pertence a Guido Pellicciari Neto, que afirma ocupar 330 hectares com a criação de porcos e produção de leite de vaca.  Já os invasores acreditam que o local é improdutivo e, após armar barracas de lona plástica, hastearam bandeiras da Central Única de Trabalhadores no local.

Mais conteúdo sobre:
Sem-terra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.