Sem-terra invadem Incra em Fortaleza

Cerca de 200 sem-terra da Federação dos Trabalhadores em Agricultura do Ceará (Fetraece), ligada à Central Única dos Trabalhadores (CUT), ocuparam ontem a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Fortaleza. Os agricultores reivindicam a desapropriação da Fazenda Celidra, em Itaiçaba, a 130 quilômetros da capital. A líder da ocupação, Damares Pereira, diz que o Incra prometeu fazer uma vistoria na fazenda no início de dezembro. "Mas há dois meses eles também prometeram ir lá e não foram", afirma. Eles pretendem ficar no prédio até segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.