Sem-terra invadem fazenda no Mato Grosso do Sul

Um grupo de quase 300 trabalhadores rurais invadiu durante a madrugada desta segunda-feira afazenda Santa Maria, no município de Rio Brilhante, região leste do Mato Grosso do Sul.Segundo Márcio Bissoli, um dos coordenadores do MST, os invasores são ligados ao movimento e quebraram a trégua de mais de um ano sem invasões. Ele comentou que a reforma agrária no Estado está muito lenta, enquanto milhares de famílias de sem-terra vivem sob barracas de lona plástica, nas margens de estradas há mais de seis anos.Nesta segunda pela manhã, pelo menos uma centena de fazendeiros prometeram juntar forças e ir, na próxima quinta-feira, ao plenário da Assembléia Legislativa do MS, para fazer um protesto, pedindo "justiça no campo".A disposição foi comunicada ao presidente da Comissão de Agricultura e Pecuária da Câmara Federal, Waldemir Moka (PMDB), em campo Grande. No mesmo dia terão audiência no Ministério PúblicoEstadual, onde pedirão ajuda, em defesa das propriedades rurais, que estão sendo invadidas por sem-terra e indígenas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.