Sem-terra invadem fazenda Abrahão em Taubaté

A Fazenda Abrahão, em Taubaté, no Vale do Paraíba, foi invadida na manhã de terça-feira por 20 pessoas ligadas ao movimento União Socialista pela Terra. O local, onde existe uma granja desativada, tem galpões abandonados, que serviram de abrigo aos manifestantes. O protesto, segundo o líder da ocupação, Sérgio Henrique Pires, é para forçar o Incra a conceder a posse de fazendas improdutivas na região às famílias. ´Esta fazenda não é nosso interesse. A área que queremos não pode ser ocupada, senão o processo de desapropriação não anda´, disse Pires, sem revelar qual é a propriedade visada. Disse ainda que a Abrahão foi escolhida pela improdutividade. O dono da área, Adalberto Abrahão de Carvalho, nega que ela seja improdutiva e entrou com pedido de reintegração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.