Sem-terra invadem duas fazendas em Alagoas

Trabalhadores ligados ao Movimento de Libertação Sem Terra (MLST) invadiram duas fazendas no município de Flexeiras, em Alagoas, que pertencem à antiga usina Bititinga. São 230 famílias ao todo, que exigem a imediata desapropriação das áreas. As fazendas, segundo o Incra, já estão destinadas a assentamentos. As informações são da Agência Brasil.

Agencia Estado,

27 de maio de 2003 | 16h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.