Sem-terra interditam rodovia e ocupam prefeitura em Alagoas

Cerca de 300 famílias de trabalhadores ligadas ao Movimento de Libertação dos Sem-Terra (MLST) interditaram hoje um trecho da AL-101, que liga os Estados de Alagoas e Pernambuco, provocando um grande congestionamento. Os sem-terra reivindicavam cestas básicas e pressa nos processos de desapropriação para reforma agrária. A rodovia foi desobstruída no início da noite com a intervenção do Núcleo de Direitos Humanos da Polícia Militar.Em São Miguel dos Milagres, no litoral norte, cerca de 500 trabalhadores rurais ligados à Comissão Pastoral da Terra (CPT) invadiram a prefeitura. Os manifestantes reivindicavam escolas, assistência médica e a reconstrução de estradas de acesso ao assentamento Jubileu 200 e ao acampamento Bom Jardim. Eles só desocuparam a prefeitura depois de uma reunião com o prefeito Geraldino Apolinário (PTB). Ele prometeu atender parte das reivindicações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.