Sem-terra iniciam série de ocupações em MS

Sem-terra ligados a Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura), iniciaram hoje, no Mato Grosso do Sul, uma série de ocupações de fazendas que terminará no final da próxima semana.As ações foram anunciadas pelo presidente da entidade, Geraldo Teixeira de Almeida, logo depois que 350 famílias de manifestantes, cerca de duas mil pessoas, ocuparam as propriedades rurais denominadas Eldorado II e Alambari, situadas no município de Sidrolândia, ambas em processo de aquisição pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).Estão cadastrados pelo órgão, 900 grupos escolhidos pela Fetagri, para serem assentados nos dois imóveis. "Esse pessoal deveria estar assentado desde o ano passado", observou Almeida acrescentando que outros cinco estão na mesma situação, "em compasso de espera. Só na promessa", ressaltou. O superintendente regional do Incra, Luís Carlos Bonelli, disse que existem áreas em fase de conclusão para desapropriação e aquisição, para mais do que está proposto pela meta. É preciso ter um pouco mais de paciência, levando-se em conta os trâmites legais existentes tanto para aquisições como para desapropriações de terras para a reforma agrária".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.