Sem-terra ferido em confronto está em estado gravíssimo

O estado de saúde do sem-terra Anaro Lino Viau, de 52 anos, é considerado gravíssimo. Atingido por um tiro na cabeça durante confronto com seguranças da Fazenda Coqueiros, anteontem pela manhã, em Foz do Jordão, a 350 quilômetros de Curitiba. Ele está em coma profundo no Hospital São Vicente de Paulo, em Guarapuava. No confronto morreu o sem-terra Paulo Sérgio Brasil, de 36 anos, sepultado ontem em Mangueirinha. Também ficaram feridos, mas não correm risco de morte, o sem-terra Pedro Brasil, de 53 anos, e o segurança Nelson Cristiano Gonçalves, de 30 anos.Um sem-terra, acusado de tentativa de homicídio, e sete seguranças, acusados de homicídio, estão presos na Delegacia de Guarapuava. Gonçalves também tem a prisão decretada e deve ser conduzido à delegacia tão logo receba alta. O delegado Juraci Lopes de Souza ainda está ouvindo algumas testemunhas para tentar descobrir o que fez deu início ao tiroteio. Cerca de 100 sem-terra tinham ido à propriedade pela manhã, como faziam desde domingo, quando a invadiram para preparar a terra para o plantio durante o dia e retornavam ao acampamento para dormir. "A gente está investigando qual foi o estopim", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.