Sem-terra fazem 31ª ocupação do ano em Pernambuco

Cerca de 200 famílias ligadas ao Movimento dos Sem-Terra (MST) de Pernambuco, ocuparam o Engenho São Bernardo, localizado no município de Paudalho, na Zona da Mata Norte do Estado. Ao entrar na propriedade, os agricultores se apossaram uma moto e um trator que estavam no local. Três viaturas do batalhão local da Polícia Militar chegaram a fazer rondas pela área, mas não houve registro de confronto. Essa é a 31ª invasão realizada pelo movimento em Pernambuco desde o início do ano.De acordo com a coordenação estadual do MST, o imóvel teria sido considerado improdutivo pelo Incra desde 1996, mas mesmo assim foi arrendado a um grupo industrial da região. Segundo Josias de Barros, coordenador regional do MST, parte da lavoura de cana-de-açúcar encontrada no local foi destruída para abrir espaço para a montagem do acampamento. "O MST vem brigando por essa propriedade há dez anos, e mesmo a área já tendo sido desapropriada, os donos arrendaram as terras e nada aconteceu com eles", reclamou. Fontes ligadas ao Incra confirmam que o laudo de vistoria do Engenho São Bernardo apontou o imóvel como improdutivo. Os proprietários do imóvel não foram localizados pela reportagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.