Sem-terra devem sair de rodovia em SP nesta quarta

Por determinação da Justiça, 215 famílias integrantes do Movimento dos Sem-terra (MST) têm até esta quarta-feira para sair do acostamento da SP-123 ? Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro ? entre Taubaté e Campos do Jordão.Os sem-terra estão acampados no km 22 da rodovia desde o dia 17 de março, quando deixaram a Fazenda Corumirim, em Tremembé, no Vale do Paraíba. A área pertence ao Departamento de Estradas e Rodagem (DER), que obteve liminar de reintegração de posse.Uma reunião foi realizada nesta terça entre integrantes do MST, representantes do Incra, do DER e da Polícia Militar. Depois de duas horas de muita conversa nada foi acordado. Líderes do movimento afirmam que não deixarão a estrada enquanto o Incra não determinar outro local para as famílias se fixarem.?Não temos para onde ir, então o jeito será resistir a qualquer ação da polícia? afirmou um dos coordenadores do movimento, Vlademir Nascimento. O advogado do MST José Denis Lantyer informou que vai protocolar nesta quarta na Justiça um pedido para que se cumpra um prazo de desocupação. ?Queremos 90 dias para deixar a área?, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.