Sem-terra depõem à tarde

Os 16 sem-terra presos na sede da fazenda Córrego da Ponte vão prestar depoimento à tarde, na Superintendência da Polícia Federal, em Brasília. Os sem-terra estão sendo acusados por crime de invasão a estabelecimento agrário, cárcere privado por terem retido funcionários da fazenda dos filhos do presidente Fernando Henrique Cardoso e resistência à ordem judicial. Os presos foram levados ao Instituto Médico Legal para fazer exame de corpo de delito. Depois ficarão presos na superitendência da PF. Eles chegaram a Brasília em um ônibus da PF. Estavam algemados, com as mãos para trás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.