Sem-terra bloqueiam tráfego na BR-163 em Mato Grosso

Cerca de 400 integrantes de assentamentos ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em Mato Grosso bloquearam o tráfego na BR-163 desde as 6h na ponte Lira, na região do município de Sorriso (a 418 quilômetros de Cuiabá), impedindo a passagem de veículos. Os manifestantes são membros dos assentamentos Santa Rosa 1 (municípios de Claudia e União do Sul) e Alto Celeste (Vera e Terra Nova do Norte).

FÁTIMA LESSA, Agência Estado

14 de junho de 2010 | 17h54

O grupo protesta contra a reintegração de posse da área do Boa Esperança do Norte no assentamento Santa Rosa 1 determinada pela Justiça. Foram retiradas cerca de 300 famílias do assentamento. Os manifestantes também cobram a criação de quatro assentamentos no município de Claudia, a implantação de escolas nos assentamentos e a distribuição de cestas básicas, suspensa há cerca de um ano e meio.

O bloqueio foi suspenso às 11h e retomado às 14h15, segundo Ismael Lemes Vieira, chefe da 6ª delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Sorriso. Até o início da noite, os manifestantes aguardavam a chegada de representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para tratar do assunto.

Tudo o que sabemos sobre:
MSTprotestorodoviabloqueioMato Grosso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.