Sem-terra bloqueiam rodovia e invadem duas fazendas em Alagoas

Cerca de 300 trabalhadores rurais sem terra, ligadosao Movimento Terra, Trabalho e Liberdade (MTL), bloquearam nesta quinta-feira durante quase todo o dia um trecho na BR-101, próximo ao município de Messias, a 30 quilômetros deMaceió.Eles reivindicam cestas básicas para as famílias que estão acampadas às margens da rodovia e pedem a agilização nos processos de desapropriação de três fazendas na região da Zona de Mata alagoana.O bloqueio provocou congestionamento nos dois lados da pista e o clima ficou tenso quando alguns motoristas tentaram furar obloqueio. A situação só foi controlada com a chegada de policiais do Núcleo de Direitos Humanos da PM e do chefe de gabinete do Incra em Alagoas, Jorge Tadeu Jatobá, queprometeu liberar as cestas básicas e agilizar os processos de desapropriação das áreas reivindicadas pelo MSLT em Alagoas.A rodovia foi desbloqueada no final da tarde, depois que os sem-terra conseguiram fazer um ?pedágio? e arrecadar dinheiro dos caminhoneiros retidos desde o início da manhã no trecho que liga Alagoas a Pernambuco. A assessoria de imprensa do Incra informou que as cestas básicas serão liberadas.No município de Girau do Ponciano, a 151 quilômetros de Maceió, cerca de 300 famílias de trabalhadores rurais sem terra, ligados ao MST de Alagoas, invadiram duas fazendas, consideradas improdutivas. A assessoria de imprensa do Incrade Alagoas informou que áreas estão para ser desapropriadas e que a invasão não vai prejudicar a imissão de posse das fazendas.

Agencia Estado,

22 de maio de 2003 | 20h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.