Sem-terra bloqueiam estrada no Mato Grosso

Cerca de 1,7 mil integrantes do Movimento dos Trabalhadores Acampados (MTA) bloquearam, desde as 5 horas desta segunda-feira, o quilômetro 339 da BR-364, próximo à Serra de São Vicente, distante 60 quilômetros de Cuiabá. Os líderes do movimento reivindicam o assentamento para 5,2 mil famílias que vivem há cinco anos em 23 acampamentos localizados em todas as regiões do Estado.O coordenador do MTA em Mato Grosso, Sebastião Silva de Araújo, disse que as famílias vão permanecer no local por tempo indeterminado. Mesmo que a rodovia seja desocupada, durante o Carnaval haverá nova interdição, afirmou o líder do movimento. Ele acusa o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) de "morosidade" no processos de desapropriação de fazendas para assentar os sem-terra.A Assessoria de Imprensa do Incra informou que o órgão desconhece as reivindicações do movimento. O MTA não teria protocolado nenhuma pauta para justificar a bloqueio da rodovia federal.Apenas ambulâncias e carros de polícias passam pelo local. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) permanece no trecho interditado controlando o congestionamento, que se estende nos dois sentidos. Até o começo da tarde, o congestionamento era de oito quilômetros. A PRF orientou os motoristas e desviarem do trecho interditado, que liga Cuiabá à região Sul do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.