Sem-terra acampam ao lado do Incra em Porto Alegre

O MST montou hoje um acampamento em um terreno ao lado da sede do Incra na capital gaúcha. De acordo com Ailton Croda, um dos líderes estaduais do MST, 450 pessoas, incluindo 60 crianças, participam do acampamento. Croda disse que a mobilização do MST atinge diversos Estados hoje.O movimento reivindica o assentamento de famílias acampadas, assistência técnica, negociação de dívidas do Procera e Pronaf, crédito para custeio e investimento, além de alimentação para os acampados, entre outros itens.No Rio Grande do Sul, o MST informou que há 17 acampamentos com cerca de 3.400 famílias. Os sem-terra querem o cumprimento da meta assumida pelo Incra em parceria com o governo estadual de assentar 2.500 famílias este ano.Eles prometem permanecer por tempo indeterminado no terreno invadido ao lado do Incra. Se as negociações não avançarem, disse Croda, poderá haver a invasão de prédios públicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.