Sem reforma, os servidores pagarão a conta, diz Palocci

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, afirmou que sem a reforma da Previdência quem "pagará a conta" serão os servidores federais, que não terão condições de receberem seus salários no futuro. "Em 2002, o governo arrecadou R$ 3 bilhões dos servidores e gastou R$ 33,5 bilhões. Por isso estamos realizando a reforma, que é necessária imediatamente para o País", afirmou. O ministro afirmou ter direito a quatro aposentadorias - como vereador, prefeito, deputado estadual e deputado federal. "Mas eu não recebo nenhuma delas. Não é assim que o processo funciona e não é possível que no Brasil alguém se aposente aos 43 anos. A maioria (população) é a favor da reforma", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.