Sem Dilma, Lula visita canteiro de obras de hidrelétrica em RO

Ministra é a candidata do presidente à sua sucessão em 2010 e, desde então, sempre o acompanha nas viagens

Leonardo Goy, da Agência Estado,

12 de março de 2009 | 14h58

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou nesta quinta-feira, 12, o canteiro de obras da usina hidrelétrica de Santo Antonio, no rio Madeira, em Rondônia. Ao contrário do que havia informado a Secretaria de Imprensa da Presidência da República, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, não acompanhou o presidente na visita à capital, Porto Velho. De acordo com a agenda da ministra, divulgada pela Casa Civil, Dilma está em Brasília, em despachos internos. A ministra, candidata de Lula à sua sucessão em 2010, vem acompanhando o presidente em viagens que visam a promover o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).   Veja também:  TV ESTADÃO: Confira o encontro dos presidenciáveis Dilma e Serra antecipam 2010 e trocam farpas sobre crise Aécio começa segunda-feira giro pelo País em defesa das prévias   Lula não fez nenhum discurso no canteiro de Santo Antonio. Apenas assistiu a um vídeo institucional e ouviu uma breve exposição do presidente do Grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht. O executivo lembrou das dificuldades para que o projeto saísse do papel, e disse que nunca um projeto recebeu tanta atenção de um presidente da República e de seus ministros.   O resultado dessa dedicação, segundo o executivo, é que as usinas do rio madeira estão sendo concluídas e com os pesados investimentos na região, Rondônia está fora da crise que atinge o mundo. Depois da cerimônia, Lula foi ao mirante para ver melhor o trabalho de preparação do leito do rio Madeira para a futura construção da barragem. A comitiva presidencial seguiu para o centro de Porto Velho, onde Lula visitará o projeto "Acreditar", criado pela Odebrecht para capacitar trabalhadores que vão trabalhar na usina de Santo Antonio.

Tudo o que sabemos sobre:
LulaDilmausina hidrelétrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.