Sem clima político, Lula também não irá à abertura dos Jogos Olímpicos

A avaliação do petista, similar a da presidente afastada Dilma Rousseff, é de que não há 'clima político' para sua presença

Carla Araújo, O Estado de S. Paulo

26 de julho de 2016 | 12h30

BRASÍLIA – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também definiu que não comparecerá à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, no próximo dia 5, no Rio de Janeiro. A avaliação do petista, similar a da presidente afastada Dilma Rousseff, é de que não há “clima político” para sua presença. A decisão do ex-presidente foi confirmada por sua assessoria de imprensa e ratificada em uma série de entrevista que Lula concedeu a veículos estrangeiros nos últimos dias.

Nesta segunda-feira, 25, em entrevista à Rádio França Internacional, Dilma  também afirmou que não deve comparecer ao evento. "Eu não pretendo participar da Olimpíada numa posição secundária", afirmou.Já o presidente em exercício, Michel Temer, que será o chefe representante na nação no evento, vai ao Rio neste sábado, 30, para inauguração da linha 4 do Metrô, no Jardim Oceânico. Temer deve dormir no Rio e, no domingo, 31, visitar a Vila Olímpica para participar da recepção aos atletas brasileiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.