Seis suplentes assumem na Câmara de Dourados-MS

Seis vereadores suplentes tomaram posse ontem na Câmara Municipal de Dourados, no Mato Grosso do Sul. Eles substituem os vereadores que foram afastados do cargo por investigação do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-MS), que investiga um suposto esquema de corrupção que envolveria também o prefeito da cidade e outros políticos.

MARÍLIA LOPES, Agência Estado

07 de outubro de 2010 | 14h19

Os empossados ontem são: Juarez de Oliveira, Walter Hora, Elias de Matos, Pedro Alves de Lima, Alberto Alves dos Santos e Alan Guedes de Mendonça. Dos 12 vereadores titulares do município, apenas três permanecem no cargo. Outros três suplentes assumiram o mandato anteriormente. Mais um suplente, Laudir Munaretto, deve tomar posse na próxima semana, quando a presidente da Câmara, Délia Razuk assume o comando da prefeitura.

Em 1º de setembro, uma operação da Polícia Federal revelou suposto esquema de fraudes em licitações públicas, que distribuiria dinheiro para todos os acusados - prefeito, vice-prefeito, cinco secretários municipais, nove vereadores e funcionários da prefeitura. Quem assumiu a prefeitura da cidade foi o presidente do Fórum, juiz Eduardo Machado. Ontem, o TJ decidiu que o juiz deve deixar o cargo até a próxima terça-feira, dia 12.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.