Seis policiais afegãos são mortos em ataque, dizem autoridades

Seis policiais afegãos foram mortos na província de Helmand em um ataque "insider" envolvendo um policial afegão e um chef, disseram autoridades locais neste sábado.

Reuters

20 de outubro de 2012 | 11h28

O Taliban assumiu a responsabilidade do ataque, dizendo ter despachado um "mujahid que havia se infiltrado e penetrado na polícia", disse o porta-voz Qari Yousuf Ahmadi.

O policial e o chef que trabalhavam para as autoridades abordaram um posto policial no distrito de Grishk em Helmand na sexta-feira, onde abriram fogo e mataram dois de seus colegas, disse o gabinete do governador da província em comunicado.

Insurgentes correram então para a cena e mataram mais quatro policiais, disse o comunicado.

Autoridades da polícia acrescentaram que o chef havia tentado matar os oficiais mais cedo, ao envenenar a comida.

"Primeiro o cozinheiro envenenou seus camaradas e depois ele se juntou ao Taliban e decidiu atirar neles ao invés disso", disse Farid Ahman Farhang, porta-voz da polícia de Helmand.

Pelo menos 52 membros das forças da Otan foram mortos até agora no ano em ataques insider, levando os soldados da Otan a estarem armados em todos os momentos e levando os serviços de segurança afegã a introduzir inquéritos de segurança mais rigorosos.

A maioria desses ataques não são relacionadas ao Taliban, disseram autoridades norte-americanas e da Otan, mas sim, oriundos de ofensas pessoais.

(Reportagem de Abdul Malik e Mirwais Harooni)

Tudo o que sabemos sobre:
GERALPOLICIAAFEGANISTAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.