Seis municípios terão novas eleições

As eleições municipais deste ano ainda não foram oficialmente concluídas em pelo menos seis municípios de quatro Estados onde, depois de julgados e publicados todos os recursos ajuizados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o número de votos nulos superou em mais de 50% o número de votos válidos. De acordo com o artigo 224 da Lei Eleitoral, essa situação obriga a realização de um novo pleito. Os TREs já convocaram e marcaram a data de novas eleições nos municípios de Divina Pastora e Nossa Senhora de Lourdes, no Sergipe; e em Flores de Goiás e Alvorada do Norte, em Goiás, para o dia 28 de novembro. Em Boca do Acre (AM), a nova votação acontecerá no dia 5 de dezembro e em Ipubi, Pernambuco, no dia 19 de dezembro. A lista de municípios que poderão ter novas eleições ainda poderá aumentar em razão de decisões judiciais. Vários candidatos eleitos que tiveram seus votos computados como nulos por estarem com seus registros de candidatura indeferidos e cuja sentença ainda não transitou em julgado continuam aguardando a decisão da Justiça Eleitoral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.