Seguro da Petrobras cobre todos os riscos da P-36

O gerente-executivo de planejamento financeiro e gestão de riscos da Petrobras, Gustavo Tardin, disse hoje que a apólice de seguro da Petrobrás para as plataformas marítimas cobre todos os riscos, independentemente da causa, e que a empresa ainda não sabe o tamanho do sinistro com a P-36. No ano passado, a Petrobrás pagou R$ 7 milhões pela apólice, que está vencendo no próximo dia 31. A empresa já abriu licitação para a renovação do seguro. Tardin disse não saber em quanto o acidente com a P-36 vai encarecer a nova apólice. "Não recebemos nenhuma posição dos seguradores ainda", disse Tardin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.