Sede do PT é incendiada em Jundiaí

A Polícia Militar informou que o ataque foi de vândalos e que o incêndio não chegou a atingir todo o prédio

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

15 de março de 2015 | 17h55

Atualizado às 18h55

SOROCABA - A sede do PT foi incendiada na tarde deste domingo, 15, depois das manifestações contra o governo Dilma realizadas pela manhã na cidade. A Polícia Militar informou que o ataque foi de vândalos e que o incêndio não chegou a atingir todo o prédio.

Uma perícia era feita no local no final da tarde. A direção do PT local informou que as chamas atingiram a recepção, queimando cortinas, mesa, cadeira e parte do teto. Na mesma haviam documentos que também foram queimados. A sede fica na rua Prudente de Moraes e teve ainda vidros estourados.

O prédio e o muro ao lado foram pichados com a frase "Fora PT". O líder do partido na Câmara, vereador Gerson Sartori, disse que não é possível relacionar o vandalismo com as manifestações, até porque nenhum autor do incêndio foi identificado. A Polícia Civil vai investigar o caso.

O presidente do nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Rui Falcão, declarou em seu Twitter: "Lamentável o atentado contra a sede do PT de Jundiai (SP)".

Tudo o que sabemos sobre:
protestosDilma RousseffPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.