Lauriberto Braga|Estadão
Lauriberto Braga|Estadão

Sede do PT cearense em Fortaleza amanhece pichada por vândalos

Prédio de parede vermelha foi marcado com expressões como '171', número do artigo do Código Penal para estelionato, e 'a casa caiu'

Lauriberto Braga, especial para O Estado, O Estado de S.Paulo

11 de dezembro de 2015 | 15h10

Fortaleza  - A sede do diretório estadual do PT em Fortaleza amanheceu nesta sexta-feira, 11, pichada. A parede da frente do imóvel, que é vermelha e têm a estrela do partido, amanheceu manchada de verde e amarelo e com pichações ofensivas à legenda: '171', número do artigo do Código Penal para estelionato, e "A Casa Caiu".

A deputada estadual Rachel Marques (PT) repudiou o vandalismo durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa. Segundo ela, a fachada da sede na Avenida da Universidade foi pichada na madrugada. Segundo ela, as agressões aconteceram horas depois de uma plenária realizada no local com representantes da sigla, na noite de quinta-feira.

A plenária discutiu o posicionamento do PT Ceará em relação à atual conjuntura política do País, a partir da decisão do presidente da Câmara de acatar a análise de pedido de impedimento da presidente Dilma Rousseff.

"Este ato nos causa indignação porque é um atentado contra a liberdade política e democrática do País, além de atentar contra as nossas organizações partidárias", afirmou a petista.Segundo ela "atentados contra partidos políticos só eram corriqueiros na época da ditadura, e a alerta precisa ser feita para que atos como este não se repitam".

Em aparte, os deputados estaduais Gony Arruda (PSD) e Doutora Silvana (PMDB) manifestaram apoio à indignação da petista. Os deputados consideraram "inaceitáveis qualquer ato de violência por divergências políticas".

O líder do Governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE) chamou o ataque de "atentado à democracia". Ele chegou a postar na página do twitter de seu mandato que o momento das pichações foram gravados pelas câmeras de segurança do PT.Em nota, Guimarães disse que "os criminosos tingiram de verde e amarelo a frente do prédio localizado na Avenida da Universidade e escreveram a frase a Casa Caiu e escreveu o artigo 171 do Código Penal Brasileiro referente à estelionato".

Segundo Guimarães as imagens registraram a chegada de homens de capacetes, em um carro e motos que deram apoio e despejaram tinta na fachada do prédio. As imagens estão sendo encaminhadas às autoridades competentes e irão devem trazer desdobramentos judiciais.

O presidente estadual do partido, De Assis Diniz, lamentou o ataque a sede. "isso representa a expressão de uma reação de ódio que a direita quer perpetrar contra toda a esquerda", afirmou. "Foi com tinta, mas poderia ser com uma bomba. É muito grave, um atentado à democracia. Queremos deixar claro toda nossa indignação com essa escalada de ódio que vem sendo patrocinada por parte dos meios de comunicação e pela direita golpista", disse De Assis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.