Secretários de Segurança querem discutir invasões com ministro

Os secretários estaduais de Segurança Pública decidiram agendar um encontro com o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, para manifestar preocupação deles com o aumento da tensão no campo e cobrar do governo federal um "caminho" para que eventuais conflitos agrários entre sem-terras e ruralistas sejam evitados. A inquietação no campo dominou boa parte da reunião do Colégio Nacional dos Secretários de Segurança Pública do Brasil, realizada hoje, em Belo Horizonte, durante a 3.ª Feira Internacional de Chefes de Polícia e Encontro Internacional sobre Segurança Pública."Eu acho que precisa de uma definição por parte do governo federal. O governo federal precisa apontar o caminho e tratar de ter soluções sociais para isso", cobrou o secretário da Justiça e da Segurança do Rio Grande do Sul, José Otávio Germano, que preside o Colégio Nacional dos Secretários de Segurança Pública do Brasil.Segundo ele, a possibilidade de conflito no campo vem se tornando quase diária e uma solução depende da participação de outros ministérios, principalmente os ligados à área social. "É preciso que o governo federal dê norte a isso tudo", disse. "Essa questão não é policial, é social e precisa, portanto, de uma solução advinda das áreas sociais do governo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.