Secretários apóiam regulamentação do direito de greve

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, obteve nesta sexta-feira, 9, do Conselho Nacional de Secretários de Estado de Administração (Consad) o apoio ao projeto que o governo pretende enviar ao Congresso Nacional, regulamentando o direito de greve no serviço público.De acordo com o presidente do Consad, Geraldo De Vitto, que é secretário de Administração de Mato Grosso, o projeto é importante para os Estados, pois os secretários estaduais acreditam que o serviço público é essencial à população."É louvável a iniciativa do Ministério do Planejamento, porque temos que definir critérios rígidos para o direito de greve e evitar abusos que prejudicam a população", disse De Vito, citando como exemplo greves de médicos e policiais.De Vitto informou ainda que, na passagem de Bernardo, nesta sexta-feira, na reunião dos secretários, ficou acertado um novo encontro neste mês, com data ainda a ser definida, para tratar dos detalhes desse assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.