Secretário diz que seqüestrador é "louco"

O juiz-corregedor dos presídios, Maurício Porto Alves, está na casa do empresário Silvio Santos para tentar negociar a liberação do apresentador. Ele chegou com duas viaturas da Polícia Militar. Há informações de que a família de Silvio Santos encontra-se em uma das casas vizinhas, mas está incomunicável. O secretário de Justiça e Cidadania do Estado, Edson Luiz Vismona, disse hoje, em Jundiaí, que o seqüestrador de Silvio Santos é "louco" e considera o criminoso "frio" e "desequilibrado". O comandante geral da PM, Rui César de Melo, e o secretário da Segurança Pública do Estado, Marco Vinicio Petrelluzzi, deveriam participar de um seminário sobre segurança, esta manhã, em Jundiaí mas estão na capital, acompanhando de perto as negociações com o seqüestrador Fernando Dutra Pinto.Para Vismona, a situação não pode ser considerada como um "caos, porque em qualquer cidade do mundo isso acontece".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.