Secretário de Yeda Crusius apóia prisão perpétua

O futuro secretário de Segurança do Rio Grande do Sul, o deputado federal Ênio Bacci (PDT), que será anunciado nesta segunda-feira pela governadora eleita Yeda Crusius (PSDB), deu mostras de que adotará a linha dura ao assumir uma das áreas mais problemáticas do Estado. "Bandido tem que ser tratado como bandido, de acordo com as leis e com o rigor das leis, sem dar moleza", avisou, segundo o Estado. Bacci reafirmou, também, que continuará defendendo a pena de prisão perpétua: "Sou autor de um projeto que prevê essa pena para dois tipos de crime: estupro com morte e seqüestro com morte".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.