Secretário de Defesa dos EUA faz palestra na ESG

De passagem pelo Rio, o secretário de Defesa norte-americano, Leon Panetta, disse que confia na decisão do Brasil pela compra de aviões Super Hornet, da Boeing, que concorrem com caças franceses e suecos na preferência do Ministério da Defesa.

ROBERTA PENNAFORT, Agência Estado

25 de abril de 2012 | 12h04

A aquisição representaria um gasto de cerca de R$ 10 bilhões e o ministro Celso Amorim, que ontem se reuniu com Panetta em Brasília, já disse que acordos de transferência de tecnologia dos Estados Unidos para o Brasil serão cruciais nessa escolha.

Panetta fez palestra para alunos da Escola Superior de Guerra, no Rio, esta manhã. Ele exaltou os interesses e objetivos comuns entre os dois países e ratificou o apoio norte-americano ao Brasil como nova força global. "Nós entendemos que o Brasil não quer só comprar as aeronaves. Mas também se firmar como parceiro na aquisição de tecnologia. Nossa oferta mostra como consideramos importante a parceria entre os dois países", afirmou. "Sabemos que não vamos concordar em tudo. Mas nossos valores e interesses comuns farão com que o relacionamento se torne cada vez mais forte".

Esta é a primeira viagem de Panetta no cargo pela América Latina. Antes do Brasil, ele passou pela Colômbia e agora segue para o Chile.

Tudo o que sabemos sobre:
BrasilEUAPanetta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.