Secretaria tenta encontrar arquivos do DOI-Codi

A Secretaria Especial de Direitos Humanos está fazendo buscas para encontrar parte dos arquivos do DOI-Codi, órgão de repressão e tortura da época da ditadura militar no Brasil. As escavações estão sendo feitas num prédio que teria pertencido ao DOI-Codi em Brasília com base nas denúncias do ex-cabo do Exército Valdete Batista Miranda, divulgadas pelo jornal ´Correio Braziliense´. Os arquivos teriam sido enterrados pelo ex-cabo, no início do governo Fernando Collor de Mello, quando pediram a ele que destruísse os documentos. De acordo com o depoimento de Batista Miranda ao jornal, os arquivos contêm fichas de opositores da ditadura, com nomes, codinomes, filiação, impressões digitais e fotos tiradas antes e depois das sessões de tortura. A assessoria do secretário de Direitos Humanos, ministro Nilmário Miranda, informou que ele deverá falar sobre o assunto quando as buscas forem concluídas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.